12 de Junho de 2017.

Culpa da insónia está nos genes

Estudo em mais de 113 mil pessoas. Cientistas descobriram sete genes da insónia, que, dizem, provam que a dificuldade em adormecer ou manter o sono não se deve apenas a factores psicológicos, revela um estudo publicado agora na revista Nature Genetics. Os sete genes foram identificados numa amostra de 113.006 pessoas, homens e mulheres sobretudo com mais de 50 anos. Ao determinarem os genes de risco da insónia, os cientistas ficaram mais próximos de desvendar os mecanismos biológicos que causam a insónia, refere em comunicado a Universidade Livre de Amesterdão (Holanda), que participou no estudo internacional. Um dos genes identificados, o MEIS1, já tinha sido associado a outras duas perturbações do sono: a dos movimentos periódicos dos membros e a síndrome […]