21 de Setembro de 2017.

Células solares e bio-sensores

Células solares para o revestimento de edifícios sustentáveis e bio-sensores que monitorizam a presença de toxinas na água são desenvolvidos no Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, em Braga. São dispositivos medidos ao milímetro, feitos numa sala limpa de ambiente espacial. O pó é o inimigo número um (e dois, e três). Papel não entra — a menos que seja feito a partir de celulose especial —, o telemóvel tem de ser desinfectado com álcool, vários objectos do dia-a-dia estão interditos, sobretudo se tiverem velcro. Quem entra tem de vestir um fato completo, daqueles que lembram filmes de ficção científica, e permanecer numa câmara, onde jactos de ar são libertados, durante 15 segundos. Após perto de 15 minutos de preparação, estamos, […]
25 de Julho de 2017.

Formação de vasos sanguíneos

Trabalho coordenado por cientista da Universidade de Coimbra. Um método inovador para induzir a formação de novos vasos sanguíneos no coração, abrindo perspectivas para o aparecimento de outros tratamentos de doenças cardiovasculares, foi descoberto no âmbito de uma investigação internacional liderada por Henrique Girão, da Faculdade de Medicina de Coimbra. Este trabalho permitiu descobrir como induzir a formação de novos vasos sanguíneos no coração, usando exossomas produzidos por células em cultura, anunciou esta segunda-feira a Universidade de Coimbra (UC) em comunicado de imprensa. Os exossomas são pequenas vesículas sinalizadoras que permitem a comunicação e a partilha de informação entre células, órgãos e tecidos, explica o comunicado. Podem ser encontrados na maioria dos fluidos biológicos, incluindo sangue, urina e saliva, circunstância […]
10 de Junho de 2017.

Estágios de Verão no CQM

No âmbito da iniciativa “Estágios de Verão”, promovida pelo Centro de Química da Madeira, encontram-se disponíveis 7 vagas para a realização de estágios científicos de um mês (julho de 2017) nos laboratórios do Centro. Os estágios visam possibilitar aos alunos da Universidade da Madeira (1.º Ciclo de Bioquímica, 2.º Ciclo de Bioquímica Aplicada e 2.º Ciclo de Nanoquímica e Nanomateriais) e ainda a estudantes de outras universidades (Bioquímica, Química ou áreas relacionadas), um primeiro contacto com as atividades científicas que decorrem nos laboratórios de investigação. PROPOSTAS DE ESTÁGIO Proposta 1 Título: Técnicas básicas para a cultura de células animais Supervisor: Carla Alves/Helena Tomás N.º de vagas: 1 Resumo: Este estágio tem por objectivo a aprendizagem das técnicas básicas para cultura […]
18 de Abril de 2017.

Coimbra estuda Huntington

Um estudo em ratinhos permitiu a um grupo de investigadores da UC descobrir uma forma de atrasar a progressão da doença de Huntington. Esta enfermidade, hereditária e rara, ainda não possui cura. Uma equipa de investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra melhorou os sintomas da doença de Huntington em ratinhos. Liderado por Ana Cristiano Rego, o grupo ativou uma enzima envolvida na energia das células. Publicado no “The Journal of Neuroscience”, revista científica oficial da Sociedade Americana de Neurociências, o estudo descobriu que a ativação da enzima desidrogenase do piruvato melhora a saúde das células mutantes, presentes na doença de Huntington. Através do bloqueio da atividade de outro grupo de enzimas, desacetilases das histonas, […]
13 de Abril de 2017.

Camarões com o nome Pink Floyd

Nova espécie de camarões tem o nome dos Pink Floyd. Vive ao largo do Panamá e produz um som muito alto com as suas pinças. Uma nova espécie de pequenos camarões cor-de-rosa, descoberta na costa do Pacífico no Panamá, recebeu o nome da banda Pink Floyd, revela um artigo publicado esta quarta-feira na revista científica Zootaxa. O camarão recebeu o nome científico Synalpheus pinkfloydi porque, “tal como todas as boas bandas de rock, este género de camarões tem a capacidade de gerar quantidades substanciais de energia sónica”, explicou em comunicado a Universidade de Oxford, no Reino Unido, que anuncia a descoberta da nova espécie. O Synalpheus pinkfloydi pertence ao género dos camarões-pistola, denominados assim porque quando fecham uma das suas pinças […]