11 de Agosto de 2017.

Solidão pior que a obesidade

Muitos países vivem uma “epidemia de solidão”, diz investigadora, alertando que nos devemos preparar para uma aposentação social, já que muitos dos laços sociais estão ligados ao local de trabalho. A solidão e o isolamento social podem tornar-se um perigo para a saúde pública maior do que a obesidade, revela uma investigação apresentada no sábado na 125.ª Convenção Anual da Associação Americana de Psicologia, na cidade de Washington, Estados Unidos. “Estar ligado a outros socialmente é amplamente considerado uma necessidade humana fundamental, crucial para o bem-estar e sobrevivência. Exemplos extremos mostram que crianças institucionalizadas que não têm contacto humano não se desenvolvem e muitas vezes morrem e, de facto, o isolamento social e o confinamento solitário têm sido usados como […]
7 de Abril de 2017.

Neurónios para queimarmos gordura

Equipa portuguesa descobriu um mecanismo neuronal associado à obesidade. Em experiências com ratos, uma equipa coordenada por uma investigadora portuguesa descobriu que a eliminação dos neurónios periféricos – fora do cérebro – acelera o aumento de peso, o que abre caminho para o tratamento da obesidade. Liderada por Ana Domingos, do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), em Oeiras, a equipa já tinha descoberto em 2015 que os neurónios periféricos, quando activados, queimavam gordura. Agora, num estudo publicado esta segunda-feira revista Nature Communications, a equipa concluiu que essas células, quando desactivadas, através de uma técnica de manipulação genética, provocam o aumento rápido de peso. Ana Domingos explica à agência Lusa que os neurónios que estão fora do cérebro, no tecido nervoso, […]