Um mês, Um tema: Natal
8 de Dezembro de 2017.
Adventuring myself
11 de Dezembro de 2017.

Lapinha de Poesia

Com organização de Nelson Veríssimo, prefácio de António Fournier, a nova obra editada pela Imprensa Académica reúne textos de 26 autores.

A Lapinha de poesia: antologia de poetas madeirenses, já disponível nas principais livrarias do país e no portal wook.pt, reúne vinte e seis vozes do Natal na Ilha, ilustradas com figuras de presépio do acervo da Casa-Museu Frederico de Freitas.

São leituras poéticas de um tempo cristão, onde a utopia se conjuga harmoniosamente com um maravilhoso ingénuo e criativo.

Nesta Lapinha, convivem recriações da Natividade, visões líricas e intimistas, vivências, memórias, saudades, preces, apelose registos etnográficos da Festa. Os poetas antologiados são apresentados por ordem cronológica com base na data de nascimento. Trata-se de uma antologia com composições significativas para a compreensão do Natal na Ilha, numa perspetiva poética.

Poetas representados: Baltasar Dias, Eugénia Rego Pereira, Cabral do Nascimento, Octávio de Marialva, Alfredo Vieira de Freitas, João França, Florival de Passos, Henrique Pereira, Herberto Helder, João Carlos Abreu, Irene Lucília Andrade, José Martins Júnior, Ângela Varela, António José Vieira de Freitas, José Viale Moutinho, Dalila Teles Veras, Guilhermina da Luz, João Dionísio, Fátima Pitta Dionísio, António Manuel Loja Neves, José Baptista Fernandes, José António Gonçalves, Teresa Jardim, José Tolentino Mendonça, Laura Moniz, José Luís Rodrigues.

Natal africano

Não há pinheiros nem há neve,
Nada do que é convencional,
Nada daquilo que se escreve
Ou que se diz… Mas é Natal.

Que ar abafado! A chuva banha
A terra, morna e vertical.
Plantas da flora mais estranha,
Aves da fauna tropical.

Nem luz, nem cores, nem lembranças
Da hora única e imortal.
Somente o riso das crianças
Que em toda a parte é sempre igual.

Não há pastores nem ovelhas,
Nada do que é tradicional.
As orações, porém, são velhas
E a noite é Noite de Natal.

– Cabral do Nascimento

Sobre o coordenador

Nelson Veríssimo, nasceu no Funchal em 1955. Doutorado e agregado em História, professor auxiliar da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade da Madeira. Autor de oito livros, outros três em co-autoria e dezenas de trabalhos sobre História do Atlântico, Património Cultural, História Cultural e História da Educação em revistas e actas de congressos, nacionais e internacionais.

Sobre a Imprensa Académica

A actividade da Imprensa Académica, chancela editorial da Académica da Madeira, pretende fomentar a investigação científica nos estudantes e nos antigos estudantes da Universidade da Madeira (UMa), divulgar os trabalhos produzidos pelos membros da nossa Universidade e aproximar o leitor do conhecimento científico que não pode ficar restrito a um círculo próximo do ensino universitário. Aliado a este propósito objectivou-se dedicar estas publicações à angariação de receitas para o apoio social aos estudantes da UMa. Acreditamos que a produção e a venda de livros é um trabalho moroso, mas sabemos que é o caminho certo para o sucesso académico da nossa Comunidade Académica.

A equipa editorial da Imprensa Académica é composta por estudantes e por antigos estudantes da Universidade da Madeira. Profissionais, titulares do grau de licenciado ou do grau de mestre, dão formação e trabalham em conjunto com vários estudantes, investigadores e docentes.